Açúcar envelhece?

Açúcar e envelhecimento – entenda o processo

Você já está cansado de ouvir falar dos perigos que vêm de fora: sol, poluição, baixas temperaturas… Mas há algo que destrói a pele por dentro: o açúcar. Entenda como ele reage com o colágeno e potencializa o envelhecimento cutâneo.

Consumo excessivo de açúcar e vida saudável

Como blog fitness temos a preocupação em falar sobre a alimentação saudável como parte de uma rotina diária, como um hábito a ser seguido e não somente como meio para emagrecer e ter as medidas corporais impostas pela mídia. O consumo excessivo de açúcar além de causar impactos na estética, também leva a prejuízos na saúde e também no envelhecimento precoce. Recentemente, a australiana Carolyn Hartz ficou famosa ao revelar que não consome açúcar há 28 anos e aponta, entre outros cuidados, que isso é o principal motivo de parecer tão jovem aos 70 anos. Realmente ela possui uma pele e uma forma física impressionantes, vejam!

Açúcar e envelhecimento - Carolyn Hartz

Se as fotos impressionaram, entenda agora a relação entre o consumo de açúcar e o envelhecimento!

Se a sua alimentação é rica em açúcar e carboidratos, isso se reflete no colesterol, pode provocar Alzheimer (segundo estudos recentes) e também envelhecer a sua pele. “O consumo em demasia de carboidratos e açúcares pode desencadear o processo de glicação, em que as moléculas de glicose se unem às proteínas de elastina e colágeno — substâncias responsáveis pela firmeza da pele. O açúcar faz com que as proteínas se quebrem, o que aumenta o processo de envelhecimento da pele e a flacidez”, afirma a dermatologista Dra. Thais Pepe, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. Para ficar tudo bem claro, a dermatologista explica de maneira clara essa relação entre açúcar e envelhecimento cutâneo:

Açúcar e envelhecimento da pele

Como e por que a pele envelhece?

Elastina e colágeno são substâncias responsáveis pela firmeza da pele. “Elas deixam a pele mais esticada, mais firme. É o que uma pessoa jovem tem em excesso e, a partir dos 25 anos, vamos perdendo. Aliado a isso, essa desestabilização provocada pela glicação destas células, que é a quebra de elastina e colágeno, faz com que a pele perca sua sustentação, como um arcabouço que vai se quebrando. A glicação, portanto, faz com que a pele perca colágeno e elastina, resultando em rugas e flacidez”, explica a médica.

“O processo de glicação age principalmente nas linhas de expressão e flacidez. Mas produz, sim, rugas e pode piorar as manchas pelo processo de oxidação celular”, alerta a médica.

Quando devo me preocupar?

“A glicação normalmente existe em todas as pessoas, mas há um processo de excesso de glicação quando a alimentação é hipercalórica e hiperglicêmica. Ou seja, pessoas que ingerem alimentos ricos em açúcares e gordura aceleram o processo de envelhecimento e glicação”, conta.

O que é possível fazer para me proteger?

“Os estudos mais recentes mostram que cremes antioxidantes, com ingredientes como a molécula Alistin, fazem com que se combata esses radicais livres e o processo de glicação, portanto ajudando muito a combater o processo de envelhecimento causado pela glicação. Além disso, o que pode frear a glicação é uma dieta bem orientada, restrita, de baixo índice glicêmico e o uso de antioxidantes e antiglicantes por via oral. Então os nutracêuticos como Glycoxil conseguem bloquear a produção de radicais livres e desligam o açúcar excedente do colágeno, ajudando no processo de envelhecimento também”, argumenta.

Como tratar os efeitos?

O que há de mais recente para combater a flacidez e rugas é ThermiTight, um procedimento minimamente invasivo conhecido como “radiofrequência injetável”. “A radiofrequência monopolar aplicada internamente promove aquecimento nos tecidos subcutâneos, promovendo estímulo ao novo colágeno, com consequente firmeza e skin tightening”, acrescenta a médica. O procedimento é feito em uma sessão e já está disponível na Clínica Thais Pepe.

Dra Thais Pepe: Dermatologista especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, membro da Sociedade de Cirurgia Dermatológica e da Academia Americana de Dermatologia. Diretora técnica da clínica Thais Pepe, tem publicações em revistas científicas e livros, além de ser palestrante nos principais Congressos de Dermatologia.

 

Pin It


Protetor solar para exercícios ao ar livre

Vai praticar exercícios físicos e não sabe se está usando o protetor solar corretamente para se proteger? Nós contamos tudo que precisa saber para cuidar da sua pele!

Praticar atividades físicas é essencial para a saúde, mas nessas horas devemos ter um cuidado extra com a nossa pele e usar bastante protetor solar. Toda atividade física ativa a circulação sanguínea fazendo com que os nutrientes cheguem até a pele, aumentando a produção de endorfinas, que dão bom humor, melhora a autoestima e causa uma agradável sensação de relaxamento. Aproveite esses benefícios com cuidado evitando o sol para que ele não cause mal algum à sua saúde e à sua pele, separamos então esse post para você saber o que  precisa para manter os cuidados em dia.

Na hora do exercício físico é extremamente necessário a aplicação do protetor solar para que você não fique com manchas causadas pelo sol ou até mesmo pela luz artificial. A radiação causa muitos danos, desde o envelhecimento precoce, aparecimento de rugas, melasmas, flacidez ou até mesmo um câncer de pele.

Existem alguns tipos de protetores como creme, gel, spray, sérum, com cor, em mousse e até proteção solar via oral, além, é claro das variações para o uso adequado para cada tipo de pele. Procure a orientação do seu médico para saber qual é o mais indicado para o seu caso. Já para quem tem problemas e doenças de pele, também vale o conselho de procurar um dermatologista para auxiliar na escolha. Lembrando que se quiser usar a maquiagem com protetor solar, certifique-se que ela contenha proteção de amplo espectro (contra raios UVA e UVB),  sabendo sempre que essas informações devem estar na embalagem do produto.

10 dicas de como usar protetor solar

  1. Escolha o protetor correto para o seu tipo de pele

  2. O protetor deve ser aplicado 15 minutos antes da exposição

  3. O recomendado é reaplicar o protetor solar a cada duas horas. Reaplique antes desse período, se entrar na água ou suar

  4. Deve ser aplicado mesmo em dias nublados

  5. Deve ser aplicada uma colher de chá de protetor solar no rosto e no pescoço, uma colher de sopa de protetor para a parte da frente do tronco e outra para a parte de trás, uma colher de sopa para cada braço, uma colher de sopa para a parte da frente de cada perna e outra para a parte de trás de cada perna.

  6. O protetor tem que oferecer proteção contra UVA e UVB

  7. Pratique exercícios fora do horário de 10hrs às 16hrs, em que o sol está mais forte

  8. Use boné ou viseira para proteger o rosto e óculos para proteger a visão

  9. Se seus olhos ardem devido ao filtro, opte por um do tipo físico, pois são mais potentes e não escorrem

  10. Procure também filtros próprios para atividades esportivas, que costumam ser mais resistentes ao suor.

Saiba que esses cuidados não devem acontecer apenas com a pele, mas com o cabelo, pelo fato do sol causar danos nos fios e também nos lábios – para não descascarem e ferirem, vale a pena investir em um protetor labial com proteção solar.

Pesquisas recentes mostram que uma pequena parte da população usa protetor solar, e os que usam o faz de forma incorreta, não protegendo de maneira eficaz dos raios ultravioletas.  Vamos indicar alguns erros que você não deve cometer ao usar protetor solar.

  • Usar uma quantidade menor de protetor indicado
  • Não aplicar o protetor periodicamente
  • Esquecer de passar em partes que ficam expostas ao sol (Ex: braço, perna, costas)
  • Comprar um protetor com FPS (Fator de Proteção Solar) menor do que o necessário
  • Só no caso de exposição de pele intencional (praia, clubes) usar protetor
  • Se não alcança alguma parte do corpo, para não deixar de passar peça ajuda para alguém
  • Não use protetor solar vencido

Protetores solares

 

Separamos acima algumas sugestões de protetores. Escolha o melhor para a sua pele e consulte um dermatologista. A alimentação e o consumo de água também tem papel importante no desempenho dos esportistas e na proteção da pele. Saiba que o protetor é para todos os dias e que nosso corpo agradece pelo cuidado! Então, corra e compre o seu!

FIQUEM DE OLHO NO BLOG DA SPECIALITÀ: VAMOS MOSTRAR PARA VOCÊS AS OPÇÕES DE ROUPAS FITNESS COM PROTEÇÃO SOLAR!


E se te deu ânimo para malhar mas está faltando aquela roupa de academia super estilosa, dá uma passadinha na Specialità e veja nossas opções de legging, corsário, colete, top, short fitness, short-saia e vestido fitness!

Pin It