Pilates na gravidez

Pilates como aliado na preparação do corpo para o parto

Pilates na gravidez | Poucos momentos da vida de uma mulher promovem tantas mudanças físicas e mentais como a gravidez. Durante esse momento, o corpo da gestante passa pelas mais diversas transformações, tornando necessária uma nova e gradativa adaptação às suas novas condições físicas. Com exercícios que visam aumentar controle, força e prevenir lesões, os especialistas têm indicado sem medo nenhum a prática do Pilates.

No Pilates, os exercícios são leves, cadenciados e específicos para cada caso. “Entre os inúmeros benefícios da atividade com as gestantes, podemos destacar o relaxamento do sistema circulatório e o fortalecimento da musculatura pélvica, proporcionando maior sustentabilidade para a bexiga e o útero”, comenta Douglas Paiva, fundador da Pure Pilates, rede com mais de 30 unidades no país.

Pilates na gravidez - Ivete Sangalo

Ivete Sangalo incluiu a fisioterapia em sua rotina

Benefícios do Pilates na gravidez

Com a prática de Pilates, a mulher tem o alívio das dores na coluna e realiza o preparo necessário para o período pós-parto, onde o corpo volta a sua forma anterior e o trabalho executado com a musculatura durante a gravidez fará toda a diferença. Além disso, outro ponto importante é que uma gestante ativa ganha menos peso, dorme melhor e fica menos ansiosa.

Confira os diferentes benefícios para a gestante:

  • Melhor recuperação no período pós-parto, com menores dores e rápido retorno da musculatura e da pele à posição inicial;

  • Maior facilidade de alongamento dos músculos das costas e pernas, o que pode facilitar o momento do parto e reduzir possíveis dores durante o período gestacional;

  • Melhor condicionamento físico;

  • Mais facilidade para respirar e, consequentemente, melhora da circulação sanguínea e oxigenação do feto.

Mesmo que o Pilates seja uma atividade indicada para gestantes, é importante que sua prática só seja realizada após uma liberação médica, feita por seu ginecologista ou obstetra. O professor de Pilates só deve iniciar o exercício quando a aluna apresentar esse atestado de prática por escrito, liberando a realização dos movimentos.

Exercícios mais indicados para gestantes

O pilates para gestantes deve focar, quase que exclusivamente, nos exercícios de alongamento, para facilitar a adaptação da mulher às alterações provocadas no seu corpo durante a gravidez.

Esses exercícios também ajudam a mulher a reencontrar seu centro de gravidade – perdido com o crescimento do bebê e aumento da região abdominal – e também a fortalecer as musculaturas dos braços, pernas, assoalho pélvico e outros importantes para a sustentação do corpo da mãe e do peso do bebê.

Exercícios contraindicados para gestantes

Todos os exercícios relacionados com posições arriscadas – que podem resultar em quedas – esforços intensos na região abdominal ou muito impacto, são considerados contraindicados para as gestantes que optam em realizar o pilates. O exercício das mulheres que estão grávidas deve ser leve, prazeroso e eficiente, porém sem jamais colocar em risco a integridade física da mãe ou a vida do bebê.


Gostou da ideia e precisa de roupas para pilates? Conheça as opções da Specialità Fitness, nossa loja de roupas de academia online cheia de marcas de moda fitness que vão te conquistar: Vestem, Live, Superhot, Mulher Elástica – uma delas terá o seu estilo!

Pin It


Atividade Física na Gravidez

Atividade física na gravidez é recomendado por especialistas?

A atividade física é altamente recomendada durante a gravidez segundo Ginecologista e obstetra Élvio Floresti Junior, que recomenda exercícios para mamãe e bebê ficarem saudáveis. Além de ser benéfica para o bebê e para a mulher, ela ainda ajuda na recuperação pós-parto.

Segundo doutor Élvio Floresti Junior, os exercícios físicos feitos regularmente aliado a uma alimentação saudável diminui a probabilidade de doenças na gravidez como o diabetes gestacional.

Atividade Física na gravidez

“Apesar dos benefícios é preciso ter cuidado, a gestante antes de mais nada deve consultar seu obstetra e avaliar que atividades são indicadas”, alerta doutor Élvio.

Cuidados com a atividade física na gravidez

A mulher que sempre se exercitou deve apenas maneirar no esforço, continuar suas práticas de forma ponderada. “As atividades físicas para grávidas devem ser mais controladas e limitadas. Os profissionais que as acompanharem devem sempre ter cautela em relação as limitações de cada uma”, relata o ginecologista.

Esportes coletivos e de alto contato físico como futebol e basquete devem ser evitados. “Os melhores exercícios são aqueles que trabalham principalmente os músculos que serão utilizados na hora do parto. Atividades aquáticas como natação e hidroginástica são ótimas, pois têm baixo impacto e fazem a futura mamãe se sentir bem, pois proporcionam leveza ao corpo que vem aumentando de peso”, enfatiza.

Na academia, o médico faz um alerta: “Abdominais, ou exercícios que comprimem a região da barriga devem ser evitados principalmente no 2º e 3º trimestre de gravidez. Até por isso, atividades de crossfit com exercícios de alta intensidade não são recomendados”, diz.

Já para as amantes de corrida, a recomendação do Doutor Élvio é buscar um profissional para o acompanhamento. “Se a gestante já pratica corrida regularmente geralmente não há contra-indicações nos primeiros meses de gravidez. Com o tempo, a recomendação é diminuir a distância e substituir a corrida por caminhada, devido ao impacto do esporte. A caminhada diária diminui o risco de diabetes e hipertensão”, esclarece o médico.

“Até as atletas profissionais precisam de cuidados especiais. Os treinos, independente da modalidade, precisam de um acompanhamento ainda maior de um personal e a visita mais frequente ao obstetra”, finaliza.

Sobre o especialista

Doutor Elvio Floresti Junior é ginecologista e obstetra formado pela Escola Paulista de Medicina desde 1984. Possui título de especialista em ginecologia e obstetrícia pela Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia) e título de especialista em colposcopia. Além disso, é especializado em histerectomia vaginal sem prolapso uterino (sem necessidade de corte abdominal) e está atualizado com as últimas técnicas cirúrgicas como sling vaginal.

Realiza pré-natal especializado e atua em gestações de alto risco.

 

 

Pin It


10 dicas para emagrecer em 2016

Precisa emagrecer este ano? Siga estas dicas simples para começar a mudar de vida!

Emagrecer deve ser a promessa de ano novo mais repetida em todo o mundo. O que já é um bom começo, afinal de contas não se muda de vida sem uma resolução. O grande problema é que falta a persistência para continuar durante o ano, e isso acontece por vários motivos.
Muitas vezes os objetivos traçados são muito difíceis de serem alcançados, o que desanima qualquer pessoa logo no começo do processo, e aí fica fácil começar a dieta no dia 1º de janeiro e largar no dia 3! Por isso, a estratégia mais certeira é começar pelos alvos: foque em objetivos tangíveis, realistas, sem essa de 10kg em um mês – é melhor começar devagar, no seu ritmo, e continuar seguindo até o fim!

10 dicas para emagrecer em 2016

Querem ver como não é difícil começar se os hábitos forem alterados aos poucos e sem neuras? Vamos listar pequenas alterações nos seus hábitos que podem desencadear um processo de vida mais saudável e que por serem fáceis de seguir não assustam o sedentário mais convicto que você conhece – que pode ser você mesmo! Emagrecer deixará de ser um bicho de 7 cabeças se você conseguir começar por aqui.

1- Beba mais água

O que você pensa que é fome pode ser sede.

Muitas vezes o corpo desidratado manda sinais ao seu cérebro e você interpreta como fome, mas na verdade ele precisa é de uma boa dose de hidratação. Um corpo hidratado é mais saudável, tem mais saúde, é mais “limpo” e tem mais imunidade – água é vida! Lembre-se de manter uma garrafinha perto de você no ambiente de trabalho, estudo, e claro, na academia!

2- Troque o elevador pela escada

Pode parecer pouco, mas todo acréscimo de movimento na sua rotina pode ser mais benéfica do que você imagina. Pense sempre em acrescentar pequenos trajetos como aquela ida à padaria à pé, buscar a encomenda na portaria pela escada, chegar ao estacionamento do shopping sem escada rolante… quantas vezes você se depara com situações em que poderia andar um pouco mais mas acaba pegando um elevador, o carro, ou a escada rolante? Qualquer começo já é um começo, lembre-se disso!

3- Troque o canal da TV!

Sua programação preferida na TV pode estar te engordando! Algumas pesquisas já foram realizadas e foi comprovado que a maioria das pessoas que assistem aos programas culinários da TV acabam reproduzindo a alimentação que é apresentada nesses programas. E nem sempre são comidas saudáveis, não é verdade? Nada contra assistir e fazer aquelas delícias de vez em quando, mas o hábito contínuo é que faz o estrago. Por isso, troque sua programação por um tempo e faça o teste!

4- Anote o que comeu durante o dia

Muitas pessoas reclamam que engordam mesmo sem comer nada. Será que é mesmo?  É comum chegar ao final do dia sem se lembrar do que comeu no café da manhã! Se você anotar tudo o que comeu durante um dia pode se surpreender com o que verá no final! A soma de tudo o que você consumiu pode ser muito maior do que imagina, e pequenas alterações podem fazer muita diferença na balança no final de um mês.

5- Coma devagar

A pressa é um mal do século, sem dúvida. Hoje ninguém tem tempo para mais nada, inclusive para comer, e isso não faz bem. Você come mais do que precisa, não mastiga bem os alimentos, e tudo isso prejudica o processo da digestão. Procure se sentar, evite distrações como TV ligada e celular nas mãos, e tente tirar esse momento para saborear a comida com prazer. Você se sentirá saciado por mais tempo, evitará ficar com fome toda hora e se sentirá muito melhor!

6- Durma mais

Esqueça o celular na hora de dormir, deixando-o de preferência fora do seu quarto. Já está mais do que comprovado que dormir mal facilita o acúmulo de gordura e estimula a fome, por isso descanse pelo menos 8 horas por dia!

7- Coma de 3 em 3 horas

Não é saudável ficar muito tempo sem comer. Esteja preparado para pequenos lanches em intervalos de 3 horas, que podem ser feitos em qualquer lugar, em casa ou no escritório. Procure opções como frutas secas e oleaginosas (nozes, castanhas, avelãs), iogurtes desnatados, frutas, biscoitos integrais.

8- Troque os alimentos refinados pelos integrais

Uma das substituições mais acertadas e que vale para todo mundo é esta: troque o pão, macarrão, arroz e tudo o que puder pela versão integral. Todo alimento em sua versão integral tem mais fibras e mais nutrientes, são melhores para o funcionamento do intestino, dão mais saciedade e tem o índice glicêmico mais baixo do que a versão refinada. Troque hoje mesmo!

9- Não passe fome

Ao contrário do que muitos pensam, para emagrecer com saúde você não precisa – E NEM DEVE – passar fome! O que pode acontecer no início é você passar vontade, afinal de contas está acostumado a comer mais do que seu corpo precisa. Mas fome, necessidade de se alimentar para se sentir bem, isso não é recomendado. Afinal de contas, se você pretende levar a mudança para a vida toda, ninguém consegue ficar o resto da vida com fome – lembre-se de ser realista, você tem que comer para viver e fazer suas atividades normais!

10- Conte aos amigos e familiares que quer mudar de hábitos

Dificilmente você terá sucesso se não contar para ninguém que tem vontade de emagrecer. Você não precisa deixar de ter vida social, pelo contrário, as saídas com os amigos são uma atividade diferente e devem ser prazerosas, mas eles podem ajudar você a fazer uma boa caminhada em vez de chamar para um rodízio de pizza! Amigos são para todas as horas, não é?

E não se esqueça: comece a se mexer o quanto antes! Se precisar um reforço nas roupas de academia procure pela Specialità!

 

São pequenas alterações no seu dia a dia mas que podem fazer muita diferença já no primeiro mês. Não deixe de mudar se a mudança for para melhor, use a sua resolução de ano novo a seu favor! E tenha um feliz 2016….

 

A Specialità não compactua com a ditadura da magreza e não deseja impor padrões de beleza às mulheres – vemos beleza na diversidade de padrões e de formas. Nosso interesse é auxiliar na mudança de atitudes que geram qualidade de vida e bem estar a todos os nossos clientes e amigos. 

Pin It